Menu

UFC 221: Fatos que entraram para a história

11 de Fevereiro de 2018

A cidade de Perth, na Austrália, recebeu na noite do último sábado o UFC 221, evento que teve a consolidação de um veterano, o surgimento de algumas futuras estrelas, a possível definição de um desafiante ao título e mais.

Mais UFC 221: Os bônus da noiteRomero nocauteia Rockhold | Formiga finaliza no card preliminar

Confira os fatos que entraram para a história no evento:

 

IMPRESSIONANTE! @yoelromeromma nocauteou Luke Rockhold na luta principal do #UFC221 #UFC #UFCBrasil #UFC221noCombate

Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 10 de Fev, 2018 às 9:38 PST

O legítimo número 1

Por não ter batido o peso, Yoel Romero não saiu do octógono com o cinturão interino dos pesos-médios ao nocautear Luke Rockhold na luta principal do evento, mas isso não significa que sua moral na divisão tenha sido abalada. Agora, Romero, que já era o número um no ranking do peso, soma vitórias sobre os números 2, 3 e 4.

 

K I M U R A Bela finalização de @tyson_pedro no #UFC221 #UFC #UFCBrasil #UFC221noCombate

Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 10 de Fev, 2018 às 7:35 PST

A ótima geração australiana

O card principal em Perth contou com três jovens talentos australianos, e todos deram conta do recado, mostrando que o país vem forte para os próximos anos. Tyson Pedro (26 anos), Jake Matthews (23) e Tai Tuivasa (24) venceram seus compromissos de forma dominante e se credenciaram a desafios maiores no octógono.

Um novo Spider?

Israel Adesanya chegou ao Ultimate cercado de muita expectativa por seu currículo no kickboxing e fez bonito. Inspirado em Anderson Silva e com uma trocação criativa e violenta, o nigeriano naturalizado neozelandês de 28 anos atropelou Rob Wilkinson no card preliminar. Agora, ele tem 12 vitórias por nocaute em 12 lutas no MMA profissional. Olho nele!

“Dana, quero minha chance!”

Jussier Formiga é o único Top 4 na divisão dos moscas que ainda não encarou Demetrious Johnson no octógono. Mas isso pode mudar em breve, já que o brasileiro impressionou no triunfo sobre Ben Nguyen, ao aplicar um knockdown com um soco giratório e finalizar o norte-americano no segundo round. E como não podia deixar de ser, fez um pedido direto ao presidente do UFC após a luta: “Estou há seis anos no Top 5, acho que mereço minha chance”. Bom argumento.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube