Menu

60 vezes Overeem: um olhar sobre uma carreira longa e vitoriosa

28 de Novembro de 2017

Quando pisar no octógono neste sábado (2) para o duelo contra Francis Ngannou na luta co-principal do UFC 218, Alistair Overeem estará fazendo a 60ª luta profissional de MMA de uma carreira longa e vitoriosa, que entrará para a história como uma das mais duradouras e bem sucedidas de todos os tempos.

Mais UFC 218: O trio brasileiro do eventoAs promessas do evento | Aldo encara revanche com "nova visão" | Confira o card completo

Uma carreira que começou aos 19 anos de idade, quando “The Reem” ainda era um atleta franzino e em desenvolvimento, mas que, utilizando seu kickboxing de alto nível e seus instintos de finalização, somou vitórias no circuito europeu e chamou a atenção dos japoneses do PRIDE.

Na ásia, o holandês foi jogado aos tubarões entre alguns dos melhores meio-pesados, na época, do mundo, e fez confrontos históricos contra nomes do calibre de Chuck Liddell, Rogério Minotouro, Vitor Belfort e Mauricio Shogun.

Conforme foi ganhando experiência, Overeem passou por drásticas mudanças físicas e foi aos poucos se tornando um legítimo peso-pesado, divisão em que se estabeleceu como um dos melhores atletas do mundo ao conquistar o cinturão inaugural do Strikeforce e o prestigiado título do K-1.

A aguardada chegada ao UFC demorou, mas aconteceu em 2011, e de forma triunfal: com um nocaute avassalador sobre o ex-campeão Brock Lesnar - que seria apenas um dos cinco ex-campeões dos pesados que ele derrotaria, ao lado de Andrei Arlovski, Junior Cigano, Fabricio Werdum e Frank Mir.

E mesmo quando parecia que o melhor do “Demolidor” havia ficado para trás, e alguns resultados negativos o afastaram da sonhada conquista do cinturão no Ultimate, ele novamente mostrou sua grandiosidade ao se reinventar.

Prova disso é que, para seu duelo contra Ngannou, neste sábado, Overeem chega como o número um no ranking dos pesos-pesados, embalado por uma sequência de seis vitórias em suas últimas sete lutas, com a única derrota vinda pelas mãos do atual campeão Stipe Miocic - em luta na qual aplicou um knockdown e esboçou uma finalização, vale lembrar.

Overeem não é, e certamente nunca será uma unanimidade entre os fãs de MMA. Mas é certo dizer que seus números e seus feitos lhe garantem uma menção quando se fala sobre os maiores pesos-pesados do esporte.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube