Menu

UFC 226: Fatos que entraram para a história

08 de Julho de 2018

O UFC 226 entregou tudo o que se esperava na noite do último sábado: grandes lutas, nocautes avassaladores e momentos que entrarão para a história do Ultimate. Este são alguns dos melhores.

Mais UFC 226: DC promete "amassar" LesnarPersonalidades reagem à vitória de DC | Todos os resultados

 

Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 7 de Jul, 2018 às 9:57 PDT

O duplo-campeão

Na entrevista coletiva da última quinta-feira, Daniel Cormier avisou que venceria Stipe Miocic e entraria para o hall dos maiores lutadores da história do esporte. Dito e feito. Com um nocaute avassalador no primeiro round, o campeão dos meio-pesados reclamou para si também o título dos pesos-pesados, se tornando o quinto atleta na história do Ultimate a conquistar cinturões em duas divisões, e apenas o segundo a fazê-lo de forma simultânea. Sim, DC, você já é definitivamente um dos maiores de todos os tempos.

 

Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 7 de Jul, 2018 às 10:10 PDT

“Novo velho” desafiante?

Ainda na coletiva da última quinta, DC e Dana White foram perguntados sobre o que aconteceria caso Cormier de fato conquistasse seu segundo título. A pergunta pode ter sido respondida já no Octógono no último sábado, quando o campeão desafiou o ex-detentor do título dos pesados, Brock Lesnar, que prontamente deu as caras e mostrou que está interessado em fazer a luta acontecer.

 

Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 7 de Jul, 2018 às 7:19 PDT

Quem vai parar Borrachinha?

Paulo Borrachinha passou por Uriah Hall no segundo round da luta que fechou o card preliminar do UFC 226, conquistando sua quarta vitória por nocaute em quatro lutas no Ultimate. Ele é o primeiro peso-médio da história a vencer desta forma seus primeiros quatro combates na organização, e apenas o quarto atleta da divisão a nocautear quatro adversários em sequência - nenhum dos anteriores conseguiu o quinto.

 

Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 7 de Jul, 2018 às 7:18 PDT

Chegou a hora de Assunção?

Raphael Assunção disse em diversas entrevistas antes do UFC 226 que, caso vencesse Rob Font, não aceitaria outra luta que não fosse pelo cinturão dos pesos-galo. E ele deixou sua intenção bem clara no Octógono após dominar o norte-americano por três rounds e vencer por decisão unânime, conquistando sua quarta vitória consecutiva, e a 11ª em 12 lutas na categoria. Raphael se igualou ao campeão TJ Dillashaw como o atleta que mais venceu na história da divisão até 61kg no Ultimate. Curiosamente, ele tem uma vitória e uma derrota contra o atual detentor do cinturão.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube