Menu

Quem foram os grandes vencedores do UFC 219?

02 de Janeiro de 2018

O UFC 219 ficou para trás, e agora que a poeira baixou em Las Vegas, é hora de analisar quem foram os grandes vencedores no T-Mobile Arena.

Veja também: O espetacular ano de Cyborg

1 - Cris Cyborg

Não há dúvida de que Cris Cyborg tem sido uma lutadora de elite por mais de uma década, mas apesar de todas suas vitórias sobre oponentes de qualidade como Marloes Coenen, Shayna Baszler, Leslie Smith e Tonya Evinger, para o mundo mainstream, seu maior triunfo aconteceu em 2009 sobre Gina Carano. Então, derrotar Holly Holm na luta principal do último sábado a consolida como uma das maiores, senão a maior, da história. De um ponto de vista estético, todo seu trabalho com o treinador Jason Parillo esteve à mostra conforme ela pressionou Holm pacientemente, escolheu seus golpes de forma belíssima, provando toda a evolução de seu jogo e que, talvez, ela esteja mais perigosa do que nunca. A única questão a seguir é, quem será a próxima?

2 - Khabib Nurmagomedov

Tem sido interessante assistir a ascensão de Khabib Nurmagomedov no UFC. Sim, um cartel de 25-0 é um argumento suficiente, mas o que é mais notável é ver como ele capturou uma torcida internacional sem nenhum dos pré-requisitos usuais do estrelato. Ele é um artista do ground and pound que não costuma produzir finais espetaculares, mas como os boxeadores Gennady Golovkin e Vasyl Lomachenko, cativa os fãs com seu domínio, sua técnica e sua maneira meio sem noção de lidar com os negócios. A noite de sábado foi um grande exemplo, uma vez que ele oprimiu Edson Barboza com um esforço que lhe rendeu bônus de Performance da Noite mesmo sem nocaute ou finalização. Isso diz algo sobre a “Águia”, cuja próxima luta será provavelmente contra alguém que detém um cinturão de campeão peso-leve do UFC, e seja Conor McGregor ou Tony Ferguson, vai ser divertida, tanto antes, quanto durante.

UFC Belém: Cadastre-se e saiba tudo sobre o evento

3 - Carla Esparza

Eu avisei para não julgar Carla Esparza por sua derrota em 2015 para Joanna Jedrzejczyk. Vencedora de três das quatro lutas que fez após aquele revés, a primeira campeã peso-palha do UFC conseguiu um grande feito no UFC 219 ao tirar a invencibilidade de Cynthia Calvillo. Não foi um domínio completo, mas foi uma daquelas vitórias de raça, experiência e coração de campeã. Calvillo vai voltar, mas, por enquanto, o momento pertence à “Cookie Monster”.

4 - Neil Magny

Vindo de hiato ou não, não é qualquer um que vence Carlos Condit. Desde o fim de 2009, essa lista se limita a St-Pierre, Hendricks, Woodley, Lawler e Maia. Isso são quatro campeões mundiais e um ex-desafiante número um. Então com sua vitória no UFC 219, Neil Magny se junta a um clube bastante exclusivo, e é hora de ele começar sua campanha pelo cinturão em 2018. Ele esteve próximo antes, mas então sofreu derrotas para Maia em 2015, Lorenz Larkin em 2016 e Rafael dos Anjos no último mês de setembro. Ele tem talento, sabe que pode vencer os melhores, então espere ver um Magny ainda melhor este ano.

5 - Matheus Nicolau

No card preliminar do UFC 219, Matheus Nicolau mostrou um jogo de trocação afiado e um ataque sólido no chão ao vencer por decisão unânime um lutador que dá trabalho para todos, Louis Smolka. Sim, Smolka resistiu até o final da luta, mas o poder e a velocidade de Matheus deram gosto de assistir. Em uma divisão peso-mosca dominada por Demetrious Johnson, sempre que um novo prospecto deixa sua marca é uma boa notícia para o esporte, e Matheus Nicolau pode ser este cara.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube