Menu

Marlon Moraes promete primeira vitória no UFC: "Ninguém me segura"

10 de Novembro de 2017

Marlon Moraes é o tipo de lutador que já chegou no UFC com a moral alta. Um dos melhores peso-galos do mundo, campeão de outra organização e com uma longa sequência de vitórias, o brasileiro fez sua estreia contra o veterano Raphael Assunção no UFC 212, em junho deste ano, e acabou sofrendo a primeira derrota desde 2011.

Por mais experiente que seja, Marlon sentiu a pressão da estreia no octógono. Mas o atleta de Nova Friburgo explica que enxerga um lado positivo no revés.

Mais UFC Norfolk: Mutante pronto para a guerra | Sucuri mira ranking | As promessas | Card completo 

"Sinceramente, não soltei tudo o que sei. Ele me acertou dois golpes, bons golpes, mas fora isso ambos não fizeram tanto na luta. Mas em uma noite ruim, eu estou no nível de um cara que é top 5. Tenho certeza que sábado será uma noite maravilhosa e ninguém me segura", declarou em conversa com a reportagem do UFC Brasil.

"Já passou aquela primeira vez de estar conhecendo tudo. A gente já sabe como é agora. Estou me sentindo bem, os treinamentos estão bons, e é aquela ansiedade para chegar logo a hora de subir lá e fazer tudo o que a gente se propôs para chegar até aqui".

Marlon encara John Dodson no UFC Norfolk, que acontece neste sábado (11). O norte-americano fará sua terceira luta desde que voltou ao peso-galo, e tentará se recuperar da derrota sofrida contra John Lineker. Mas no que depender de Marlon, isso não vai acontecer.

"É uma luta muito boa para mim. Ele é um cara rápido, lutava na categoria de baixo, mas tenho certeza que meu jogo casa bem com o dele. Vou chegar lá com todas as minhas armas e vou levar ele para alguns lugares que nunca viu perto daquele octógono", disse.

"Eu sou um atleta perigoso em todas as áreas e ele sabe disso. Então se eu fosse ele, treinaria todas as áreas porque ele vai encontrar um atleta completo, disposto a lutar e a puxar o ritmo".

O UFC Norfolk será liderado pela batalha entre Dustin Poirier e Anthony Pettis, e será transmitido pelo Combate a partir das 21h20 (horário de Brasília). Assine e não perca!

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Baixe o aplicativo do UFC