Menu

Motivos para ver: UFC 227

31 de Julho de 2018

Após passagem pelo Canadá no último final de semana, o Octógono retorna ao estado da Califórnia nos Estados Unidos neste sábado (4) com o UFC 227, um evento imperdível. Quer saber por quê? Leia abaixo.

Mais UFC 227Trio de promessas brasileiras em açãoConfira o card completo

O Reencontro - Parte 1

Dois amigos se tornam arquirrivais em busca do mesmo objetivo. Esta é a sinopse da relação entre TJ Dillashaw e Cody Garbrandt, ex-colegas de Team Alpha Male, que se enfrentam pela segunda vez neste final de semana, pelo cinturão peso-galo do Ultimate.

O primeiro embate aconteceu há menos de um ano, em novembro de 2017, quando TJ, então ex-campeão e desafiante, recuperou seu título ao nocautear Cody no segundo assalto de uma luta eletrizante. Pegue dois dos melhores e mais técnicos strikers do UFC, adicione uma rivalidade pessoal e pronto: você tem a luta principal perfeita.

O Reencontro - Parte 2

Assim como Roger Federer no tênis, Cristiano Ronaldo no futebol e LeBron James no basquete, Demetrious Johnson é um dos melhores atletas da história de seu esporte, e o fato de poder vê-lo em ação em seu auge é um privilégio por si só.

Neste final de semana, ele tem um duro desafio contra o campeão olímpico no wrestling em 2008, Henry Cejudo, um adversário que ele derrotou com relativa facilidade no primeiro round em 2016, mas que, após se reabilitar com dois triunfos dominantes, promete oferecer mais perigos ao campeão peso-mosca - que vai em busca de sua 12ª defesa de cinturão.

Chance de ouro para Moicano

Renato Moicano é um dos melhores nomes brasileiros no plantel do UFC atualmente e talvez ainda não receba todo o reconhecimento que merece. Mas isso pode mudar neste final de semana.

Na terceira luta mais importante da noite, Moicano mede forças com o veterano Cub Swanson em um duelo que pode levá-lo ao Top 5 dos pesos-pena. Renato tem quatro vitórias e apenas uma derrota no Octógono, para o atual número um da divisão, Brian Ortega, quando foi pego em uma guilhotina a menos de dois minutos do fim de um duelo equilibradíssimo. Após Aldo no último sábado, outro brasileiro poderá começar a mirar o título dos 66kg.

Invasão brasileira

Além de Moicano, o card do UFC 227 está repleto de atletas brasileiros. Somente no card principal são mais dois: a peso-palha Polyana Viana e o peso-médio Thiago Marreta.

No card preliminar, três das sete lutas terão participação brazuca: Pedro Munhoz, Sheymon Moraes e Ricardo Ramos são os representantes do país.

Ah, o sul da Califórnia

O evento deste sábado será realizado em Los Angeles, segunda cidade mais populosa dos Estados Unidos, localizada no sul do estado da Califórnia, uma região que costuma render momentos históricos no Octógono.

Foi lá, por exemplo, que Cain Velasquez se tornou campeão peso-pesado ao vencer Brock Lesnar, Ronda Rousey estreou no UFC finalizando Liz Carmouche e Michael Bisping protagonizou uma das grandes surpresas da história da organização ao nocautear Luke Rockhold. Se depender da tradição…

O UFC 227 terá transmissão ao vivo e exclusiva do Combate neste sábado a partir de 19h15 (horário de Brasília).

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube