Menu

Romero e Rockhold: Trajetórias parecidas em colisão no UFC 221

07 de Fevereiro de 2018

Neste sábado (10), Yoel Romero e Luke Rockhold disputam, na luta principal do UFC 221 em Perth, na Austrália, o cinturão interino dos pesos-médios do Ultimate, em um duelo que passa a sensação de que já deveria ter acontecido.

Isso porque tanto o cubano, quanto o norte-americano, fazem parte da elite da categoria desde 2014, ano em que se consolidaram no UFC.

Mais UFC 221: Olho Neles!Formiga faz duelo decisivo | As melhores lutas de fevereiro

Os dois já chegaram ao Ultimate com bagagem: Rockhold veio como detentor do cinturão dos médios do Stikeforce, enquanto Romero, então menos experiente no MMA, possuía, no wrestling, títulos mundiais e uma medalha de prata olímpica.

Mas foi no octógono que os atletas mostraram o melhor de si. Após a derrota para Vitor Belfort em sua estreia, Rockhold acumulou cinco triunfos consecutivos, sequência que culminou com a conquista do cinturão do UFC.

Romero caminhou mais lentamente, mas não com menos sucesso: foram oito vitórias seguidas em sua campanha no Ultimate e a consolidação como um atleta de ponta também no MMA.

Durante seus caminhos, Romero e Rockhold tiveram que passar por alguns desafios em comum. Nomes como Chris Weidman, Ronaldo Souza, Lyoto Machida e Tim Kennedy foram vítimas dos dois atletas que ocupam hoje as posições mais altas nos ranking dos médios.

Mas nem só de glórias viveram os adversários deste sábado. Os dois conheceram a derrota nas mãos de atletas que levantariam o cinturão do UFC - Michael Bisping foi o algoz de Luke, e Whittaker, o atual campeão linear, foi quem derrotou Yoel.

E mesmo embora já tenham enfrentado quase todos os melhores nomes de sua divisão, e já tenham se envolvido em disputas de título, Romero e Rockhold verão seus caminhos se cruzarem pela primeira vez neste sábado, em uma luta imprevisível da qual sairá o campeão interino dos pesos-médios do UFC.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube