Menu

Talita Bernardo minimiza derrota e aposta em luta de chão para o UFC St Louis

12 de Janeiro de 2018


Em muitas ocasiões, lutadores são chamados com pouca antecedência para suas estreias no UFC. Esse foi o caso de Talita Bernardo, que teve dias para se preparar para uma luta contra Marion Reneau em setembro de 2017.

UFC Belém: Cadastre-se e saiba tudo sobre o evento

A vitória não veio, e a peso-galo brasileira acabou sofrendo a segunda derrota da carreira em um nocaute técnico faltando poucos segundos para o fim do combate. Ainda assim, Talita consegue enxergar com bons olhos a sua primeira experiência no Octógono.

"A derrota foi a melhor experiência da minha vida, porque foi uma derrota no UFC, onde todos querem chegar. E por ter sido por tão pouco, acho que não saiu como uma derrota feia. Levei até o terceiro round mesmo com todos os fatores, então acho que fiz um belo trabalho", disse em conversa com jornalistas na quinta-feira (11). "Agora eu fiz um camp, estou com o corpo saudável e acho que vai fazer toda a diferença para a luta no domingo".

Mais UFC St. Louis: Kalindra destrincha o peso-mosca | Belfort fala sobre aposentadoria | Hall supera problemas de confiança | Thiago Alves "10 vezes melhor" | Cinco motivos para não perder | Card completo

Ex-professora de Educação Física, a atleta natural de Rio das Ostras deixou o emprego para se dedicar exclusivamente ao MMA. Lutando profissionalmente desde 2015, a atleta reconhece que ainda é uma "novata" no esporte, e é por isso que comemora já fazer parte da maior organização de MMA do mundo.

"É inacreditável! Não sei explicar o que estou vivendo, é uma carreira meteórica. Já vi meninas lutando há cinco ou 10 anos. Creio que o resultado apareceu rápido porque treino com muita dedicação e muito afinco".

E com uma preparação completa, Talita está ansiosa para mostrar o que é capaz de fazer no Octógono e conquistar a sua primeira vitória na organização. E, para isso, ela conta com suas habilidades na luta agarrada para anular o jogo de Irene Aldana no UFC St. Louis, que acontece neste domingo (14).

"Treinei bastante para levar a luta para o solo, que é a parte mais forte que tenho. A gente sempre imagina o braço levantado e vamos retrocedendo, e acho que a luta de solo vai ser a parte forte".

O UFC St. Louis terá a batalha entre Jeremy Stephens e DooHo Choi como luta principal. Vitor Belfort fará a sua despedida do MMA no mesmo evento, contra Uriah Hall, e o Canal Combate transmitirá o card ao vivo a partir das 20h50. Assine e não perca! 

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube