Menu

Thomas Almeida garante show em duelo contra Rivera: "A porrada vai comer"

15 de Maio de 2017

Uma das maiores promessas brasileiras no peso-galo, Thomas Almeida já tem data e oponente certos para seu próximo embate. Depois de algumas provocações entre os lutadores, o UFC anunciou que Thomas encara o perigoso Jimmie Rivera no UFC Long Island, em 22 de julho.

Para se ter uma ideia do quanto este combate é promissor, basta somar os carteis dos atletas: ao todo são 41 vitórias e apenas duas derrotas entre os lutadores de 25 e 27 anos. E para o brasileiro, o casamento do combate é garantia de show para os fãs.

"Queria muito essa luta! Já fazia um tempão que estava pedindo porque faz muito sentido para mim e para ele", disse em conversa com a reportagem do UFC Brasil. "Ele gosta da trocação, é forte, tem quatro vitórias no evento e está melhor ranqueado que eu. O estilo de luta casa muito, então vai ser um grande show e a porrada vai comer. Que vença o melhor. E o melhor sou eu".

Mais UFC Long Island: Weidman encara Gastelum | Almeida x Rivera

Rivera atualmente ocupa o quinto lugar no ranking peso-galo, e vem de vitória sobre Urijah Faber. A boa fase do adversário motiva o integrante da Chute Boxe, que vê uma disputa de cinturão ficar mais próxima em caso de vitória.

"Dá muita motivação. O cara está ranqueado, vem de uma grande vitória, é um melhor adversário, mais duro, mas é o que quero: grandes lutas para buscar meu espaço na categoria e realizar o meu sonho, que é ser campeão. Acredito que se eu vencer de uma forma boa, sem deixar dúvidas, já ficaria bem próximo do cinturão".

O duelo vai acontecer oito meses depois da última aparição de Thominhas no octógono, quando nocauteou Albert Morales no UFC São Paulo. O peso-galo diz que nunca ficou tanto tempo sem lutar, mas garante que o intervalo mais longo foi proveitoso.

"Eu queria muito lutar no Rio ou até antes, mas tudo bem. Fico ansioso, mas sabia que viria na hora certa. Estou sempre me preparando para ser campeão, então mesmo sem luta eu treino e busco evoluir todos os dias. Claro que ter um adversário em mente dá outro ânimo, mas tudo tem sua hora. Acho que eu precisava desse tempo para refletir, agora estou muito bem".

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC