Menu

Top 5: os melhores momentos de brasileiros no UFC em 2017

01 de Janeiro de 2018

Chegamos ao fim de 2017 e, com isso, é hora de fazer uma retrospectiva sobre o ano dos brasileiros no octógono. Aqui, vamos listar os melhores momentos envolvendo atletas do país na última temporada.

UFC Belém: Cadastre-se e saiba tudo sobre o evento

Rafael dos Anjos x Robbie Lawler



Após duas vitórias em duas lutas desde a mudança para o peso meio-médio, Rafael dos Anjos se viu diante de seu grande desafio na nova categoria: uma luta principal contra o ex-campeão Robbie Lawler. E foi diante da dificuldade que RDA mostrou seu melhor lado, tendo uma das melhores performances de sua carreira, superando Lawler por decisão unânime e se consolidando como uma verdadeira ameaça ao cinturão até 77kg.

Cris Cyborg x Tonya Evinger



Em 2016, pudemos finalmente ver a estreia de Cris Cyborg no octógono e, em 2017, vimos a justiça sendo feita com a coroação da brasileira como campeã peso-pena do UFC. A adversária foi Tonya Evinger, e o resultado foi o mesmo de sempre: de forma dominante e impecável, ela mostrou por que é considerada por muitos a maior lutadora da história e atropelou a norte-americana, vencendo novamente por nocaute, e chegando à 19ª luta de invencibilidade na carreira.

Marlon Moraes x Aljamain Sterling



Menos de um mês após vencer John Dodson em uma luta equilibrada de três rounds, Marlon Moraes aceitou a missão de voltar ao octógono para encarar o duro Aljamain Sterling, substituindo o lesionado Rani Yahya. Desta vez, o brasileiro resolveu rápido o assunto, aplicando um dos nocautes mais rápidos e espetaculares do ano com uma joelhada em apenas 67 segundos de combate.

Edson Barboza x Beneil Dariush



A joelhada também foi a arma escolhida por Edson Barboza para superar Beneil Dariush em março. O parceiro de treinos de Marlon Moraes vinha tendo problemas com o iraniano até tirar da cartola um golpe voador no segundo assalto, que conectou em cheio no rosto de Dariush, encerrando imediatamente a luta e dando ao friburguense sua terceira vitória consecutiva no octógono.

Jessica Andrade x Claudia Gadelha



O duelo de brasileiras seria um bom parâmetro para determinar quem tomaria o caminho mais rápido rumo a uma nova disputa pelo cinturão peso-palha. E em uma das maiores performances da sua carreira, a paranaense Jéssica Bate-Estaca levou a melhor, superando Claudinha na “Luta da Noite” do UFC Japão.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Baixe o aplicativo do UFC