Menu

UFC 218: Análise das três lutas principais

28 de Novembro de 2017

Max Holloway x Jose Aldo

Dê crédito a Max Holloway por nem piscar quando José Aldo foi oferecido como substituo ao lesionado Frankie Edgar na luta principal do UFC 218 deste sábado. Na visão dele é isso o que fazem os campeões - lutam com todo mundo, mesmo se for pela segunda vez no mesmo ano. Então será que Aldo reverte o resultado da primeira luta, ou Holloway consegue uma vitória ainda mais decisiva na revanche? É difícil prever, porque embora verdadeiras superestrelas como Aldo sempre tenham mais uma grande luta a fazer, está claro que Holloway é um jovem com várias dessas em seu futuro até chegar ao crepúsculo de sua carreira, e ele pode tirar esse coelho da cartola para encerrar sua história com o futuro membro do Hall da Fama.

Mais UFC 218: 60 vezes OvereemO trio brasileiro do evento | As promessas do evento | Aldo encara revanche com "nova visão" | Confira o card completo

Alistair Overeem x Francis Ngannou

Em cinco lutas no UFC, o camaronês Francis Ngannou fez tudo o que pediram dele e de maneira espetacular. Neste sábado, ele subirá um grande degrau contra o número um do ranking Alistair Overeem, e pode garantir uma disputa pelo título de Stipe Miocic caso vença. Mas será isso um fardo grande demais em pouco tempo para Ngannou? E apesar dos 37 anos, Overeem venceu seis de suas últimas sete lutas, incluindo as duas mais recentes contra Mark Hunt e Fabricio Werdum. Ele tem estado mais paciente recentemente, o que faz da possibilidade de Ngannou vencê-lo rapidamente algo não muito provável. Essa é uma luta que pode coroar o “Predador” ou indicar que ele precisa de mais experiência.

Henry Cejudo x Sergio Pettis

Enquanto o rei dos pesos-mosca Demetrious Johnson estará assistindo essa batalha entre dois dos melhores nomes da categoria, Henry Cejudo (2º) e Sergio Pettis (4º) de perto, os fãs do UFC devem fazer o mesmo, porque há potencial aqui para pegar fogo. Sim, a sabedoria comum diz que Cejudo vai usar seu wrestling para derrubar e controlar Pettis, mas com o boxe afiado que o “Mensageiro” mostrou em sua recente vitória sobre Wilson Reis, uma batalha de trocação não apenas ajudaria Cejudo a provar que merece mais uma chance com DJ, mas daria a todos nós uma grande luta para assistir, e por que não podemos ser um pouco egoístas às vezes?

O UFC 218 acontece neste sábado em Detroit, nos Estados Unidos, e terá transmissão ao vivo e exclusiva do Combate a partir de 21h.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube