Menu

UFC Charlotte: Fatos que entraram para a história

28 de Janeiro de 2018

O UFC desembarcou na cidade de Charlotte no último sábado (27), levando na bagagem a revanche entre Ronaldo Jacaré e Derek Brunson na luta principal do evento. Depois de muita expectativa, o brasileiro saiu novamente vitorioso, mostrando a razão de estar no topo da categoria dos médios. Confira os momentos que ficarão na história do MMA.

UFC Charlotte: Jacaré nocauteia BrunsonCard PreliminarBônus

Duas vitórias, dois nocautes
Jacaré havia vencido por nocaute um até então inexperiente Derek Brunson no extinto Strikeforce, em 2012. Quase seis anos depois, o destino fez com que os pesos-médios se encontrassem novamente, em momentos bem diferentes - Jacaré vinha de derrota, enquanto Brunson havia nocauteado seus dois últimos oponentes. O resultado do encontro, no entanto, foi o mesmo. Ainda no primeiro round, o brasileiro acertou um chute alto no norte-americano, que imediatamente perdeu o equilíbrio e caiu. Jacaré então foi para cima, com um olhar frio e imponente, acertando apenas mais alguns socos até o árbitro interromper a luta e lhe dar a vitória.

UFC Belém: Cadastre-se e saiba tudo sobre o evento

Invicto e com moral
Gregor Gillespie vem, cada vez mais, atraindo olhares dos fãs de MMA. O norte-americano havia tido três grandes performances antes de lutar em Charlotte, onde confirmou mais uma vez seu grande potencial ao nocautear o atleta da casa, Jordan Rinaldi, ainda no primeiro round. Com 11 vitórias no cartel, sendo quatro delas no UFC, o peso-leve vem pedindo passagem na divisão e está pronto para encarar desafios mais altos em suas próximas apresentações.

A recuperação de Bektic



Nem todo lutador consegue se recuperar de maneira plena após conhecer a derrota pela primeira vez, mas esse não foi o caso de Mirsad Bektic. Um ano depois de ser superado por Darren Elkins, no UFC 209, o bósnio entrou focado no octógono e não deu chances para o brasileiro Godofredo Pepey, acertando uma verdadeira bomba no tórax do rival, que caiu completamente incapacitado para continuar o duelo. "Agora eu só irei para cima, só irei crescer", cravou no octógono.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube