Menu

UFC Norfolk: Fatos que entraram para a história

12 de Novembro de 2017

A cidade de Norfolk recebeu no último sábado (11) sua primeira edição do Ultimate. Com boas lutas e seis brasileiros no card, os fãs no estado de Virginia, Estados Unidos, tiveram uma boa oportunidade de ver de perto um pouco da emoção em acompanhar o maior evento de MMA do mundo. Confira alguns dos principais pontos que marcaram o UFC Norfolk:

Diamante polido
Dustin Poirier já figura entre os principais nomes da categoria dos leves, mas "The Diamond" sabia que uma vitória sobre Anthony Pettis cravaria de vez seu nome entre os melhores da divisão - e foi isso que aconteceu. Em uma verdadeira batalha sangrenta, o lutador superou o ex-campeão por nocaute técnico, após Pettis sentir uma lesão na costela, e já mira seu próximo alvo: o vencedor entre Alvarez e Gaethje.

Mais UFC Norfolk: Poirier derrota Pettis em batalha sangrentaAssunção e Mutante vencem no card principalMarlon Moraes vence no card preliminar

Cotovelos mortais
Matt Brown havia cogitado se aposentar após o duelo contra Diego Sanchez, mas seu desempenho foi tão impressionante que, talvez, "The Immortal" fique mais algum tempo no octógono. Ainda no primeiro round, o meio-médio acertou uma cotovelada espetacular, que fez seu rival desabar no chão e ficar sem nenhuma condição de voltar ao combate.

Recado para o campeão
Raphael Assunção entrou no octógono de Norfolk acumulando nove vitórias em suas últimas dez aparições. Amplo favorito contra Matthew Lopez, o brasileiro confirmou a posição ao nocautear o norte-americano de maneira sensacional, apagando o rival. Por fim, o atleta pediu uma trilogia contra o atual campeão dos galos TJ Dillashaw, único lutador a derrotar o faixa preta de jiu-jitsu nas últimas 11 lutas.

A primeira vitória no octógono a gente nunca esquece
Ex-campeão de outra organização de MMA, Marlon Moraes chegou ao UFC tendo pela frente o duro desafio de enfrentar Raphael Assunção, onde acabou derrotado por decisão dividida. No UFC Norfolk, teve pela frente uma nova pedreira: John Dodson. Depois de um duelo extremamente equilibrado, o combate acabou indo para decisão dos juízes, mas dessa vez a decisão dividida foi a favor do brasileiro, que sentiu pela primeira vez como é ter o gostinho de comemorar um triunfo no octógono.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC