Menu

UFC 211: Fatos que entraram para a história

14 de Maio de 2017

Abrindo o mês de maio, o UFC 211, em Dallas, foi repleto de emoção. Nas duas principais lutas, os campeões mantiveram o trono. Da trupe brasileira, apenas uma vitória em três aparições.

Mão certeira

Maio de 2016. Em Curitiba, Stipe Miocic desafia o então campeão dos pesados Fabricio Werdum. Passados 2min47 de luta, o norte-americano aproveita um vacilo do rival para acertar um direto e definir a luta. Um ano depois, UFC 211. Miocic, agora detentor do cinturão, encara Junior dos Santos. Menos de três minutos de luta e o campeão, cirúrgico, resolve a questão com uma sequência de golpes. Já são duas defesas bem-sucedidas de título. Com mais uma, torna-se o peso-pesado mais dominante da história do UFC.

 

#AndStill @stipemiocicufc mantém o cinturão dos pesos-pesados no #UFC211 #UFC #MMA #UFCBrasil #UFC211noCombate

Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em Mai 13, 2017 às 10:01 PDT

Cinco defesas. E contando...

Joanna Jedrzejczyk deu mais uma mostra do que é capaz dentro de um octógono. Diante da talentosa Jessica Andrade, barrou a agressividade da rival e controlou a luta como quis. Venceu por decisão unânime dos jurados e conservou o cinturão das pesos-palha. Agora, Joanna, que está invicta no MMA, chega a cinco defesas de cinturão dentro do Ultimate, a uma do recorde de Ronda Rousey entre as mulheres.

Show de jiu-jitsu

O mundo do MMA sabe que a principal arma de Demian Maia é a luta de solo. Mas está difícil alguém nos meio-médios frear o brasileiro. No último sábado, venceu Jorge Masvidal com um recital de jiu-jitsu e contabilizou sua sétima vitória seguida na divisão. O próximo passo para Demian pode ser a disputa do título.

 

Parabéns, @demianmaia ! Mais uma luta, mais uma vitória Quem é o próximo? #UFC211 #UFC211noCombate #jiujitsu #UFC

Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em Mai 13, 2017 às 8:47 PDT

Experiência em alta

Os 11 anos de diferença não impediram Frankie Edgar de sair do UFC Dallas com o braço erguido. Aos 35 anos, "The Answer" aplacou a ascensão de Yair Rodriguez, 24. "Castigado" no primeiro round, o mexicano foi vetado pelos médicos de seguir por um conta dos ferimentos. Edgar garantiu após o duelo que viajará ao Rio de Janeiro para acompanhar Jose Aldo x Max Holloway, valendo o título dos penas, e que espera pelo vencedor.

Lutão!

Protagonistas da “Luta da Noite”, Chase Sherman e Rashad Coulter deram ao público o que o público queria: uma grande luta. Em desvantagem desde o início do embate, Coulter resistiu aos ataques de adversário, bem mais contundente ao desferir os golpes. Mas no segundo round uma bela cotovelada de Sherman definiu o vencedor.