Menu

Card preliminar do UFC 211 tem "No Contest" entre Alvarez e Poirier e eles pedem nova luta

13 de Maio de 2017



O card preliminar do UFC 211, em Dallas, teve como luta de encerramento um encontro entre dois lutadores do mais alto calibre. De um lado, o ex-campeão dos leves Eddie Alvarez; do outro, o sempre perigoso Dustin Poirier. Depois de um primeiro round mais comedido, estudado, Alvarez e Poirier foram para a trocação franca no segundo assalto. Tudo ia bem, até Alvarez acertar um joelhada ilegal no rosto do adversário, que estava na posição de quatro apoios. Herb Dean não hesitou e paralisou a ação imediatamente. Passados alguns minutos e o árbitro, analisando as condições de Poirier, decidiu dar a luta como "No Contest".

Mais UFC 211: Miocic nocauteia Cigano | Joanna mantém título | Demian vence sétima seguida | Edgar pede vencedor de Aldo x Holloway 

Ainda no octógono, Alvarez se defendeu: "Não sou um lutador sujo. fiz o melhor que pude, peço desculpas ao Dustin. Dustin estava bem, estava tentando encontrar um solução". Já Poirier falou sobre o golpe: "A primeira entrou, eu mal consegui ver. O médico veio, mas, imagino que ele conseguiu dar uma boa joelhada na primeira. Não façam isso com ele (pedindo para cessar com as vaias), ele é um campeão e eu o respeito muito. Fizemos todo o possível, infelizmente aconteceu. Isso é uma luta. Aceito lutar contra ele novamente."

Finalista do TUF McGregor x Faber, Jason Knight justificou a fama de nova sensação no Ultimate. Aos 24 anos, dominou o experiente Chas Skelly, 32 anos, e venceu por nocaute técnico no round derradeiro.

No único duelo entre pesados no card preliminar, Chase Sherman e Rashad Coulter deram um show para o público em Dallas. Aos 35 anos e fazendo a sua estreia no UFC, Coulter foi mais alvejado, especialmente em sua perna esquerda, castigada pelos chutes potentes de Sherman. Mas no terceiro round, Coulter, já exausto, cedeu ao cotovelo do “Vanilla Gorilla” e caiu sem chances de reação.

O duelo entre James Vick e Marco Polo Reyes chegou ao fim aos 2min31 no primeiro round. Mais incisivo, Vick acertou um cruzado no queixo de Reyes, que foi à lona. Restou ao norte-americano finalizar o serviço com mais alguns socos no rosto do rival.

Abrindo o UFC 211, Gadzhimurad Antigulov levou pouco mais de dois minutos para encaixar um mata-leão em Joachim Christensen e vencer por finalização. O russo registrou sua 14ª vitória seguida, a segunda no Ultimate.

Confira os resultados do card preliminar do UFC 211:

Eddie Alvarez e Dustin Poirier sem resultado (joelhada ilegal)

Jason Knight venceu Chas Skelly por nocaute técnico no 3º round

Chase Sherman venceu Rashad Coulter por nocaute no 2º round

James Vick venceu Marco Polo Reyes por nocaute técnico no 1º round

Cortney Casey venceu Jessica Aguilar por decisão unânime

Enrique Barzola venceu Gabriel Benitez por decisão unânime

Gadzhimurad Antigulov venceu Joachim Christensen por finalização no 1º round

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC