Menu

Las Vegas: a única casa possível para a maior luta de todos os tempos

02 de Outubro de 2018

Faltam apenas alguns dias para a maior luta da história do UFC. Neste sábado, o UFC 229 coloca frente a frente dois lutadores que, apesar da rivalidade, têm algumas semelhanças: são os melhores de sua geração, são altamente eficientes em suas artes, e têm nações inteiras os apoiando.

Fidelidade é a palavra que define os fãs tanto de Khabib Nurmagomedov quanto de Conor McGregor. E não precisa ir muito longe para ver isso, já que uma simples postagem sobre algum dos atletas em uma rede social gera centenas de comentários e é faísca para inúmeras discussões.

Mais UFC 229Motivos para ver | McGregor: "As pessoas esquecem minhas habilidades"Top 5 nocautes de McGregor | Série 'The Notorious' | Card completo

É por isso que essa luta poderia acontecer em qualquer lugar do mundo e certamente seria um evento histórico. Poderia ser em Dublin, onde Conor já garantiu diversas vezes que esgotaria os ingressos de um evento realizado no estádio Croke Park. Poderia, também, ser na Rússia, onde o mercado de MMA já existe e se fortalece cada vez mais com jovens atletas.  

Mas a terra escolhida foi Las Vegas. A cidade onde as luzes nunca se apagam, e que herdou o título de Capital da Luta no renascimento do boxe nos EUA. Foi aqui que aconteceram grandes combates da nobre arte, como os dois encontros de Mike Tyson e Evander Holyfield (sendo um deles a famosa luta onde Tyson mordeu a orelha do rival), George Foreman x Ron Lyle, e até grandes confrontos envolvendo Floyd Mayweather e Manny Pacquiao.

Com esse histórico, era natural que o UFC fizesse de Vegas sua casa e aqui realizasse também seus grandes confrontos. A primeira vez que o Octógono foi montado na cidade foi em setembro de 2001, no UFC 33 - evento liderado por três disputas de cinturão: Tito Ortiz x Vladimir Matyushenko pelo título dos meio-pesados, Dave Menne x Gil Castillo pelo inédito cinturão dos médios e Jens Pulver x Dennis Hallman pelo título dos leves.

Desde então foram 116 eventos, passando pelo inesquecível TUF 1 Finale, UFC 100 (Brock Lesnar x Frank Mir), UFC 126 (Anderson Silva x Vitor Belfort) e UFC 200 (Amanda Nunes x Miesha Tate) e tantos outros.

Mas talvez um dos aspectos mais interessantes é que Vegas é um território neutro. Vai ser interessante ver como será o encontro da invasão irlandesa com a invasão russa, já que as duas torcidas certamente virão em peso para apoiar os atletas. 

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube